quinta-feira, 1 de julho de 2010

3º ato!



onde moram meus sonhos
fuma flores um arlequim
de pé, num pé e uma bengala
de azul distante feito um nada
abriga a alma num casaco carmesim
divide a vida com um pássaro sem asa,
a mulher e um jardim

Ps. A mulher insiste que ele venda as flores invés de fumá-las!

Um comentário:

João Lins disse...

Muito bom, meu caro! A mulher insiste, sempre.

Fantástico!