terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

...pra dois!


de que amor
falávamos
pra silenciar
assim
esse absurdo
mudo
?
da voz de quem
ouviamos
pra gritar
enfim
um gesto
surdo
?
agora o não!
dessa porrada
no estômago
VAZIO
dessa fome
de nós
dois
...
dos pra(n)tos
a tempestade
se encarrega
.

2 comentários:

Leo Lemos... disse...

A-D-O-R-E-I

;O.................sem palavras. queria que essas palavras fossem minhas. parabéns!

BANDEIRAS disse...

Oi,

Encontrei teu link em Renata.
Gostei daqui...

Muito prazer !

Até mais